em , ,

Chegou o 5º Tribunal Internacional dos Direitos da Natureza

Um chamado às pessoas aliadas dos Direitos da Natureza!

Já estão abertas as inscrições para o 5º Tribunal Internacional dos Direitos da Natureza, que acontecerá em Glasgow (Escócia), paralelamente à Conferência entre as Partes Nº 26 a COP26.

A participação pode ser presencial, mas já que você também faz parte do planeta, algumas atividades criam condições pra gente acompanhar de alguma forma digital, sem ter que ir para a Escócia.

O Quinto Tribunal Internacional dos Direitos da Natureza ouvirá dois dos casos ecológicos mais fundamentais que o mundo enfrenta hoje: as Falsas Soluções para a crise das Mudanças Climáticas e a Amazônia, uma entidade viva ameaçada e que merece o reconhecimento de seus Direitos.

O ponto triste é que existe muitos outros casos ↗, o total é de 21 abertos nos seguintes temas: Amazonas, Petróleo, Mineração, Poluição, Fracking, Geleira e Represas.

Ainda está tudo em inglês, por isso coletamos e traduzimos os principais temas e as informações básicas dos 2 Casos que serão ouvidos no 5º Tribunal.

Tem também os links que você precisa para fazer sua inscrição.

#1 Falsas Soluções para a crise das Mudanças Climáticas

Soluções falsas para a crise de Mudança Climática serão conhecidas, com base nas informações detida no Tribunal de Quito

Os efeitos das mudanças climáticas que nosso planeta está experimentando incluem:

  • Níveis aumentados do oceano
  • Acidificação do oceano
  • Perda de biodiversidade
  • Afeta o ciclo da água
  • Desertificação de terras
  • incêndios florestais
  • Aumento de eventos extremos

Essa crescente violação sistêmica ocorreu com um aumento na temperatura média de 0,85 ° C entre 1880 -2012.

 

O que acontecerá se a temperatura aumentar mais de 2 ° C?

“Um terço da população de animais e mais da metade das plantas na Terra podem desaparecer.”

E serão debatidos algumas das principais violações aos direitos da Mãe Terra:

  • Direito à vida e a existir
  • Direito de ser respeitado
  • Direito de regenerar sua biocapacidade e continuar seus ciclos vitais e processos livres de alterações humanas
  • Direito de manter sua identidade e integridade como seres diferenciados, autorregulados e inter-relacionados
  • Direito à água como vida
  • Direito de limpar o ar
  • O direito à saúde integral
  • Direito de estar livre de contaminação
  • Direito de não ser geneticamente alterado e de emendar sua estrutura legal para restauração total e imediata

 

É um chamado para um novo sistema de harmonia entre os seres humanos e a Mãe Terra, que substitua o sistema capitalista de crescimento infinito pela acumulação de capital.

#2 Caso Amazônia, uma entidade viva e o ponto de inflexão

Da extração de petróleo à mineração; garimpagem de ouro; caça furtiva; exploração madeireira; urbanização; cultivo de soja; criação de gado; incêndios florestais descontrolados, as ameaças que a floresta tropical mais importante do mundo enfrenta são incontáveis e graves, e toda a ciência atual indica que o ponto de inflexão está se aproximando rapidamente.

Para deter, verdadeiramente, a destruição da Amazônia será necessário cooperação internacional entre todos os países que a compartilham como parte de seu território.

O movimento é, também,  uma oportunidade de uma real pressão pública dos povos desses países e de todo o mundo.

Além disso, será necessária entender a Amazônia como um ecossistema completo, como uma entidade viva, e não separá-la por partes ou por países.

É um único ser vivo de cuja saúde depende o equilíbrio de todo o planeta.

Por isso, o 5º Tribunal Internacional dos Direitos da Natureza vai conhecer o caso da Amazônia - uma entidade viva ameaçada com a ajuda de especialistas locais de renome mundial no assunto, que darão uma perspectiva real de quais são os problemas que a Amazônia está enfrentando e quais são as soluções reais para reverter e evitar o ponto de inflexão.

O que você achou?

Irrigado por Carlos Diego

Uma interação

Se desejar, comente

Notícia republicada em

  1. Link do clone:

Deixe um comentário

Vem pro rio | KINJO (Videoclipe Oficial)

Seis anos do crime da Vale, Samarco e BHP Billiton que marcaram o Brasil