in , ,

Ciclo UrbanSus – Adaptação, Resiliência e Riscos Climáticos

Quais são os principais componentes nas iniciativas de sobrevivência de aglomerados em um amplo cenário de mudanças climáticas?

Com esta pergunta em mente participamos do evento, realizado no instituto de Estudos Avançados da USP, evento este chamado de “Ciclo UrbanSus – Sustentabilidade Urbana: Adaptação, Resiliência e Riscos Climáticos

 

A Urbe não é exclusividade das cidades

São muitos os dados de interesse diretos para comunidades rurais, tais como: ações diretas em hotspots de segurança hídrica, adaptação baseada em ecossistemas, redução do custo da água e aumento de produção, 75 doenças conectadas com a deficiência em vitamina D, estudos de IVA, enfim, muitos temas em comum às cidades e zonas rurais.

Avançando até a última atividade do dia, tivemos a apresentação do “Atlas de Vulnerabilidade Socioambiental da Região Metropolitana de São Paulo” e lançamento do livro “Heat Island in the City of São Paulo. The Thermal Fields of Parks”

Nesta apresentação do Atlas de Vulnerabilidade, a Profª Drª Magda Lombardo abordou questões pertinentes à necessidade e responsabilidade de ação direta no dia a dia, que junto à pesquisas como a do Hugo indicam caminhos para diminuição do impacto das ilhas de calor na vida das pessoas.

 

O encontro de Sustentabilidade Urbana: Adaptação, Resiliência e Riscos Climáticos

O encontro foi divido em 4 painéis e contou com a apresentação de 22 pesquisadores ou representantes institucionais com relevantes produções e responsabilidades nos temas comuns que promove o encontro.

Mais novidades em breve nas nossas mídias e na midiateca do site do IEA da USP. Veja quem apresentou trabalhos no encontro, listados por atividade:

 

Apresentação

Sylvio Roberto Accioly Canuto (PRP USP), Marcos Silveira Buckeridge (IB/IEA USP), Paulo Saldiva (IEA USP)

 

Painel I – Eventos Extremos: Tendências Globais e Impactos Locais

José Antônio Marengo (CEMADEN)

Tércio Ambrizzi (IAG/IEA USP)

Gabriela Marques di Giulio (FSP USP)

Hugo Rogério de Barros (IEA USP)

 

Painel II – Perspectivas Sobre Vulnerabilidade e Resiliência

Helena Ribeiro (IEA/FSP USP)

Diogo Victor Santos (PNUD/MCTIC)

Juliana Baladelli Ribeiro (Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza/Observatório do Clima)

Deize Sanches (IEA USP)

 

Painel III – Iniciativas e Estratégias de Adaptação no Brasil

Eduardo Kimoto Hosokawa (Comissão Municipal de Adaptação às Mudanças Climáticas / Prefeitura de Santos)

Pedro Roberto Jacobi (PROCAM/IEE/IEA USP)

Pedro Ivo Mioni Camarinha (CEMADEN)

Ivan Carlos Maglio (IEA USP)

 

Painel IV – Financiamento Climático: Desafios e Possibilidades

Mariana Xavier Nicolletti (FGVCes)

Ana Carolina Câmara (GIZ – Agência Alemã de Cooperação Internacional)

Marina Caetano (Fundação Konrad Adenauer)

Júlio Barboza Chiquetto (IEA USP)

 

“Atlas de Vulnerabilidade Socioambiental da Região Metropolitana de São Paulo” 

Magda Lombardo (IEA USP)

 

Lançamento do livro “Heat Island in the City of São Paulo. The Thermal Fields of Parks”.

Hugo Rogério de Barros (IEA USP)

 

Encerramento

Arlindo Philippi Jr (FSP/IEA USP) e Marcos Buckeridge (IB/IEA USP)

Estas opiniões foram publicadas originalmente em nosso site da Porto Rural

Espalhe as águas

Irrigado por Carlos Diego

O que você achou?

0 gotas
Molhar Secar

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...

0

Comentários

Os cowboys brasileiros que fertilizam a Voz do Brasil

Mobilizações frente ao derramamento de petróleo no litoral brasileiro