in , , ,

Evento debate agenda para os municípios frente à segurança hídrica

Focados em resolver os problemas críticos da sustentabilidade dos recursos hídricos nas cidades brasileiras, o Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS) organizou um debate entorno de suas 5 dimensões da segurança hídrica:

  • Combate as perdas e garantia da oferta de água com qualidade
  • Gestão da demanda, tarifas adequadas e indução ao consumo racional
  • Combate à poluição e prioridade ao esgotamento sanitário
  • Promoção do reuso para fins não potáveis e ao incentivo do reaproveitamento de águas de chuva
  • Proteção dos manaciais, investimento em conservação e restauração florestal e práticas agrícolas sustentáveis

Nitidamente inspirados pelas experiências paulistanas, o representante do IDS detalha as características principais da Lei 17.104 de 30 de maio de 2019, que institui a Política Municipal de Segurança Hídrica e Gestão das Águas de São Paulo.

Resumidamente, esta lei municipal vai concatenar aspectos como Saneamento Básico, Saúde, córregos e nascentes, águas pluviais, Defesa Civil, Mudanças Climáticas, Transparência e Resíduos Sólidos na busca de condições de sustentabilidade.

Os diálogos gravados no vídeo, disponível no começo deste artigo, duram mais de 3h e você pode assistir quando puder.

Vale a pena conhecer as experiências de muitas cidades e pessoas diferentes de você.

Sobre o evento

O IDS esteve presente no II Fórum Brasileiro de Gestão Ambiental e promoveu no evento a mesa Segurança hídrica: uma agenda estratégica para os municípios frente às mudanças climáticas que contou com fala de abertura de Ricardo Young e com as presenças dos pesquisadores Paulo Artaxo (USP) e Estela Neves (UFRJ), com mediação de João Paulo Capobianco (IDS).

Também foram debatidas experiências práticas a partir das falas de Rogério Menezes (Secretário de Meio Ambiente de Campinas) e Magno Bollmann (Prefeito de São Bento do Sul/SC), com mediação de André Lima (IDS).

Espalhe as águas

Irrigado por Carlos Diego

O que você achou?

1 gota
Molhar Secar

Comments

Uma repostagem

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...

0

Comentários

3

Mobilizações questionam a transposição do Rio Itapanhaú, SP

FEHIDRO libera R$ 46 milhões para 2019 e plano de liberações até 2023