em ,

Janeiro Marrom marca dois anos do crime da Vale em Brumadinho

O Janeiro Marrom é uma campanha para lembrar o crime da Vale em Brumadinho

Deseja também alertar sobre a mineração que mata e assombra pessoas, destrói comunidades e biomas, vidas, fauna, flora, paisagem, qualidade do ar e solo, nascentes, aquíferos e rios e, de forma implacável, avança sobre territórios inviabilizando outras formas de viver, viola direitos e faz uso das mais diversas estratégias para deixar a população refém.

Várias formas de atuação

Ao mesmo tempo que enfrentam a pandemia, as comunidades e organizações socioambientais acompanham uma série de processos questionáveis quanto aos cuidados com a regularidade e honestidade entre os responsáveis pelo crime.

Segundo um abaixo-assinado virtual lançado em 15 de janeiro, a VALE e a TUV SUD cometeram um crime de alta magnitude e crueldade, mas que tem muito mais responsáveis nas esferas municipal, estadual e federal, sejam eles agentes públicos, instituições, especialistas de diversos campos (inclusive científicos) e consultorias que arquitetam (e executam) todo um mecanismo em prol do lucro.

O movimento exige a responsabilização de todos os envolvidos.

Veja e assine a petição online BRUMADINHO (Minas Gerais/Brasil) – 2 ANOS do CRIME DA VALE QUE CONTINUA ↗

É verdade, as mortes continuam

No dia 18/12/2020, a Vale assassinou mais um trabalhador que foi soterrado, desta vez na cava da mina Córrego do Feijão, onde estão sendo colocados os rejeitos do rompimento em 2019.

No Title ↗

O Corpo de Bombeiros atende uma vítima de soterramento na mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte, nesta sexta-feira (18). O local é onde a barragem da Vale rompeu e deixou 259 mortos e 11 desaparecidos em 25 de janeiro de 2019. pic.twitter.com/eyCtfCjBcs

O local é onde a barragem da Vale rompeu. deixando 259 mortos e 11 desaparecidos em 25 de janeiro de 2019

II Romaria Regional pela Ecologia Integral à Brumadinho

Um momento importante do Janeiro Marrom tem sido a Romaria Regional, organizada por comunidades de fé que são convidadas a participar de momento de oração e partilha no horizonte da promoção da ecologia integral e em solidariedade às vítimas de Brumadinho.

Veja como foi organizada a I Romaria no site da Cáritas MG ↗

Este ano, devido à pandemia, a II Romaria Regional será realizada em formato prioritariamente virtual, com uma programação que envolverá desde vídeo-cartas até roteiros celebrativos e saraus pastorais.

2ª Romaria Regional pela Ecologia Integral a Brumadinho/2021- 25 de janeiro – Arquidiocese de BH ↗

“Somos todos irmãos Ninguém solta a mão de ninguém Unidos num só coração Assim seja, amém” (Dom Vicente Ferreira) O verso, da canção que inspira a 2ª Romaria Regional pela Ecologia Integral a Brumadinho, é de autoria do bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte dom Vicente Ferreira, responsável pela Região Episcopal Nossa Senhora do …

Além disso, no dia 25 de janeiro, dia do tragédia-crime, será realizada uma celebração no Córrego do Feijão, transmitida em tempo real pela página da RENSER no Facebook ↗.

Participe da Campanha Janeiro Marrom

O Coletivo Janeiro Marrom está aberto para contribuições de muitas formas.

Podem solicitar adesão organizações, movimentos, coletivos e blogs, de qualquer área de atuação, desde que tenham posicionamento crítico em relação à atividade minerária, não possuam ligação com empresas da área da mineração e aliados, e não tenham conflitos de interesses.

Empresas privadas não poderão aderir à campanha.

Saiba mais acessando o site https://janeiromarrom.com.br ↗ ou acompanhando no instagram ↗

O que você achou?

5 Points
Molhar Secar

Irrigado por Carlos Diego

Finanças Sustentáveis: Convocação para jovens da América Latina e do Caribe

O canto das águas: pela proteção de Rios limpos e livres no Brasil